segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Não ao aumento da passagem de ônibus! Passe-livre já para estudantes e desempregados!


A máfia do SETRANSBEL (Sindicato que representa os empresários de ônibus) solicitou no final de 2013 um novo reajuste no preço da passagem de ônibus da Região Metropolitana de Belém (RMB). É muita cara-de-pau desses empresários, pois o serviço prestado pelas empresas que atuam na RMB é incontestavelmente de péssima qualidade.
O povo paga muito caro para andar em ônibus superlotados, sujos, inseguros, com linhas insuficientes e que demoram muito a passar nas paradas. Se o serviço fosse de qualidade, com certeza não haveria tantos carros e engarrafamentos na cidade.
            As lutas dos estudantes e trabalhadores desde junho do ano passado conseguiram nacionalmente reduzir tarifas, como em São Paulo e no Rio de Janeiro, ou impedir novos reajustes, como aqui em Belém.
É preciso voltar às ruas para derrotar novamente a ganância dos empresários do transporte de Belém que lucram milhões às custas da superexploração dos trabalhadores rodoviários e do sofrimento da maioria da população que é obrigada a pagar pelo péssimo serviço prestado. Isso tudo após terem recebido milhões de isenções fiscais do governo federal.
Transporte público é direito e não mercadoria. Não pode ser fonte de lucro de um punhado de empresários. Tem que ser fonte de bem-estar para a maioria da população. Por isso, nós do PSTU defendemos que o transporte seja garantido pelo Estado, com tarifa zero e o planejamento e a gestão controlados pelos trabalhadores e usuários.
O vereador Cleber Rabelo (PSTU) desde o ano passado vem colocando o seu mandato a serviço da luta contra o aumento da tarifa e a máfia dos empresários do SETRANSBEL, por melhorias na qualidade do transporte público e em defesa do passe-livre para estudantes e desempregados. Exigimos da SETRANSBEL e da SEMOB a divulgação da planilha de custos que os empresários utilizam para justificar o reajuste da tarifa e exigimos do Prefeito Zenaldo Coutinho que se comprometa publicamente perante à sociedade a não homologar qualquer pedido de reajuste neste ano feito pelo conselho municipal de transporte, que é um órgão antidemocrático e chapa branca.
Chamamos os vereadores de Belém a conformar a Frente Parlamentar em defesa do transporte público e do passe-livre para reapresentarmos um novo Projeto de Lei do Passe-livre e aprová-lo em caráter de urgência. Apenas com a organização e a mobilização dos estudantes e trabalhadores nas ruas será possível derrotar os ataques dos empresários e do prefeito e garantir novas conquistas!

Mandato do Vereador Cleber Rabelo - PSTU
Juventude do PSTU Belém


            

Um comentário:

  1. tudo fazer parte da lutar ze vieira de parauapebas

    ResponderExcluir